sábado, 26 de maio de 2007

Pé-de-Moleque


Hoje pensei que podia ser um felino desbravando um novelo de lã entre os pés de uma rechonchuda vovó. Pensei que podia andar de bicicleta sem segurar o guidão e sentir o vento circundando minhas orelhas. Tive vontade de subir numa goiabeira qualquer e passar tempos procurando novas rotas no emaranhado de galhos. Deu saudade dos castelos de areia que já fiz, das conchas que já colhi, dos medos que já perdi.
Hoje descobri que ser adulto mesmo é ainda saber ser criança. É agir sem premeditar tanto antes de fazer. É ser puro como quando o Sol vem ou vai, ou ser intenso sem ter noção disso. É comer banana rodelada com chocolate em pó e açúcar, ou encandear os olhos com o suposto bombom na mão fechada da mamãe.
Hoje, a partir de agora, vou tentar novamente aprender a olhar as horas num relógio com ponteiros. Vou tentar ser menos pré-estabelecido e ser mais impulsivo. Vou acenar do alpendre para desconhecidos e esperar somente sorrisos.
Danilo Castro.
21.05.2007

3 comentários:

Karla Brito disse...

lindoooo... vc quem escreveu isso?
perfeito!
bjo
karla brito

ps.:depois passa lah no meu...
http://karlabrito.blogspot.com/

Anônimo disse...

Lindo!!!
Se garantiu bem...

moça disse...

humm...
"banana rodelada com chocolate em pó e açúcar"