sábado, 18 de agosto de 2007

Nanã




De Cabaceiras à Flecheiras
Foi uma árdua caminhada
Hoje aos 84 anos
“Me orgulho da jornada”

Ao grande amor da minha vida
Uma saudade com apreço
Na eternidade onde estás
“Zé, eu não te esqueço”

No presente em que eu vivo
Nem saudade da infância
Como vó vivo cercada
do amor de mil crianças

A paraibana genuína
Recebeu uma comenda da gente
O título de nobreza
De cidadã cearense

Seus olhos verdes de esmeralda
E sua coragem nos intriga
Uma personalidade forte
De mulher com muita fibra

Da maternidade que tive:
Gratas recordações e lembranças
“Gostaria que meus filhos
voltassem a ser crianças”

Houve perdas grandiosas
que só o destino traz
Me curvo diante de Deus
Pois Ele sabe o que faz

A cruz de São Bento ao meu lado
Com muita fé e emoção
“Soube criar os meus filhos
e cumprir a minha missão”

A todos que me conheceram,
Aos meus filhos e netos,
Deixo a honradez como herança
Pois tudo que possuo
Foi com luta, fé e esperança


Luta no dia-a-dia
Fé que nos conduz
Esperanças em dias melhores
a Deus peço mais luz

No seu aniversário
Não dá pra descrever
O carinho e o afeto
que emana de você

E vieram anos dourados
Anos de muita emoção
Como feliz eu era
Morando na rua Assunção

Ainda na rua Assunção
Um salto que foi um estouro
De simples dona de casa
à dona do Mercado dos Couros

(E todos os irmãos foram embora)

No dia a dia
Nanã se destaca
Pois ao lado de seu pai
Colocou até estaca

Estes versos mal traçados
Feito com muita emoção
Vêm dum momento delicado
Que você me estendeu sua mão

E terminando estes versos
Falo com todo prazer que:
Em nossos corações,
a sua lembrança terá
Sempre o mesmo poder
Basta fechar os olhos
pra tornar a lhe ver






AUTOR ADMIRADOR.
18.08.2007

4 comentários:

Danilo Castro disse...

Tive o prazer de declamar estes belos versos no dia do aniversário da minha avó Nanã.
Uma mulher cheia de garrra que tem uma longa história!

O autor?
É SEGREDO!

LUCAS disse...

ai q lindo!
ta massa
PARABENS!!!
=]

.izα cαstro. disse...

sem comentários..
tá perfeeeeito.! ^.^~

;*

nayana disse...

queiramos n�s chegar at� l� tamb�m felizes..rs!
parab�sn pelos anos percoridos...
um xero!