domingo, 16 de setembro de 2007

Eu também sou Rebelde!



Toda criança tem amigos, brinquedos e ídolos. Afinal, quem não se lembra dos grupos “Menudo”, “Polegar”, da novelinha “Carrossel” ou das alegres “Chiquititas”? Eu, particularmente, era um dos baixinhos da rainha Xuxa e meu sonho era voar na nave dela... Até esse ponto, tudo bem, mas existem crianças que estão tornando-se instrumento de propagação de uma “encubada” rebeldia do grupo “R.B.D”.
><
Analise comigo, “Carrossel”, apesar de ser destinada ao público infantil, tratava de um assunto importante e educador, o preconceito racial que “Maria Joaquina” tinha por “Cirilo” instruía as crianças a não serem racistas. Em “Chiquititas”, os telespectadores viam a realidade de crianças órfãs, aprendendo assim, a valorizar seus pais. Mas na novela “REBELDE” que instrução as crianças de toda a América estão recebendo com um grupo que pelo nome já difunde revolta, teimosia e torna o público infanto-juvenil “indomável”?
><
Ontem mesmo, quando saía de casa, vi algumas garotinhas com microssaias “jeans”, decotes altamente salientes (apesar de elas ainda “terem azeitonas no lugar dos seios”), e com gravatas vermelhas estampando símbolos do “R.B.D”. Elas discutiam enquanto dividiam os “papéis” da novela, pois nenhuma delas queria ser a “Celina”, porque na novela, esta é obesa. “Eu não quero ser a baleia Celina!” foi o que uma delas disse, e pôs-se a chorar, pois só havia sobrado o papel da tal gorda dentre as personagens.
><
Sem dúvida alguma, meus filhos não irão aprender a ser protótipos de vulgaridade, não irão ser crianças que pintam o cabelo, enchem o corpo de glíter, usam roupas indecentes e tatuam o corpo com tinta “guache” preta. Meus filhos não assistirão a “Rebelde” ou a qualquer outra novelinha que difunda os mesmos chulos ideais desta. Pelo menos é o que eu espero, pois caso filho(a) meu(minha) apareça na minha frente com essas idéias inexoráveis, quem vai rebelar-se serei eu!



Danilo Castro.
2006

3 comentários:

Anônimo disse...

� um calo mexer com a cultura que a gente cresceu ouvindo,vendo,cantando..� uma luta ir contra o sistema da grande m�dia...
vender, vender ,vender...comprar, comprar, comprar ...� isurdecedora a mesma nota!n�o inventaram ainda um bot�o pra desligar n�?! rsrs!

mas...existem dois ou mais caminhos..tem que deixar quem vai trilh�-los escolher.
que nossos filhos escolham o caminho da luz que os pais v�o mostrar!

um xero!

Nayana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Loreta Dialla disse...

Me mostra depois.
uma curiosidade, és um homem alfa?