sábado, 6 de outubro de 2007

Cena


-Parece que a pele descola do meu corpo, que estou secando a água que existe em mim. Estou áspera, descamando

Dizia ela, mostrando com o indicador, as manchas da pele amarelada, enquanto a volúpia de pensamentos do rapaz, ao lado dela, tomava consciência que a vida não passa do tempo de uma rosa.



Danilo Castro

06.10.2007

Um comentário:

Larissa Cândido disse...

Gostei cabeção! Acho até q vou fazer um blogger!!! Rs!

Bjo!