domingo, 17 de maio de 2009

Feliz Aniversário


"A maturidade do homem consiste em recuperar a seriedade com a qual brincava quando era criança"


Nietzsche

6 comentários:

Canteiro Pessoal disse...

Danilo, fico no dizer... verdade !

O silêncio me consome agora.

paz...

Lindos dias !

Priscila Cáliga

Canteiro Pessoal disse...

Hum... que bom e delicioso Danilo o escrito servir como um avante, ... a final de contas, somos mortais, propícios no perder de rédeas. E "eu" que diga !

Linda semana !

Priscila Cáliga

Suyanne Correia disse...

to adorando te ler Danilo, assim me sinto um pouquinho mais próxima de ti... já que agora mal nos vemos, né???? Beijo grande procê e que venha a tal da maturidade!!!! parabéns de novo!!!!

Danilo Castro disse...

Boa noite,

Danilo! Escrevo esse singelo e afetuoso e-mail para parabeniza-lo por tão bela data. (Quero bolo de chocolate com muita cobertura de brigadeiro – hehe).
Amigo, aniversariar é uma dádiva e fico feliz de poder compartilhar contigo esse ‘cumpleãnos’ mesmo que através da Internet.
Meu desejo é que a paz excedente ao intelecto continue guardando seus sentimentos e suas emoções. Que cada amanhecer - nesse novo ano que se desponta ante ti - possa reascender seus sonhos – renovando-os sempre. (Sei que chegarás além do que sonhou, pensou ou pediu... Torço por ti!).

Gostaria de transcrever um fragmento de Clarice aqui, mas só a cito. Deixo nesse momento um soneto de Vinícius de Moraes:




Soneto de Aniversário

Passem-se dias, horas, meses, anos
Amadureçam as ilusões da vida
Prossiga ela sempre dividida
Entre compensações e desenganos.
.
Faça-se a carne mais envilecida
Diminuam os bens, cresçam os danos
Vença o ideal de andar caminhos planos
Melhor que levar tudo de vencida.
.
Queira-se antes ventura que aventura
À medida que a têmpora embranquece
E fica tenra a fibra que era dura..
.
E eu te direi: amiga minha, esquece...
Que grande é este amor meu de criatura
Que vê envelhecer e não envelhece.

Vinicius de Moraes - Rio, 1942.
.
Texto extraído da antologia "Vinicius de Moraes - Poesia completa e prosa", Editora Nova Aguilar - Rio de Janeiro, 1998, p. 451.






Feliz Aniversário, Danilo!
Um grande abraço, querido.
Deus te abençoe. Shalom!


Thiago Cavalcante

http://yaagob.blogspot.com

moça disse...

é mesmo...
recuperar a seriedade de brincar!
;)

Thiago Ya'agob disse...

Oi, Danilo. Passando por aqui pra dizer que estou sentindo falta dos seus textos. Mergulhe-me em escrita, rapaz.

Um grande abraço, amigo.
Shalom.