sábado, 21 de novembro de 2009

Rebelado sem causa?



Provedor Oi – 4002 3131


suporteadministrativo@oi.com.br
Atendente – Creusa
Supervisor – Maicon

Senhor Supervisor,

A pedido seu e com muito desgosto meu, envio-lhe em anexo 3 documentos de minha mãe, o RG, o Passe Livre (documento concedido apenas para portadores de deficiência) e a Carteira da Associação dos Surdos do Ceará. Isso prova que a minha mãe é surda e que eu respondo por ela em serviços por telefone.


O que me revolta é o fato de que, no momento que eu efetuei a contratação do Provedor Oi, não foi necessário que minha mãe “falasse” ao telefone, portanto, qualquer pessoa pode fazer a contratação do serviço, mas na hora de cancelar, por que somente a titular da linha pode fazer isso? É simplesmente equivocada a maneira como a empresa da qual o senhor faz parte trata o cliente, pois isso é um artifício ridículo para que o cliente permaneça mais tempo com o serviço, sem necessitar dele. Não estou questionando o fato de enviar os documentos que provam a deficiência da titular da linha, questiono o fato absurdo de que essa comprovação só foi exigida apenas para cancelamento.


Desejo com todas as minhas forças que este e-mail não pareça algo de um rebelado sem causa, mas que sirva como uma reflexão para a melhoria de normas que sejam viáveis e equivalentes em todos os setores da empresa (contratação e cancelamento), pois é bastante injusta a maneira a qual nós, clientes, estamos submetidos diante do Provedor Oi.


Senhor Supervisor, não seja apenas uma peça corporativa, uma máquina de sua empresa, pense como ser humano, pense como cliente, trabalhe em prol de uma sociedade mais justa, de relações melhores nesses tipos de serviço, oponha-se à idéia de lucro exacerbado que grandes empresas carregam como índole e busque a transformação dessa realidade deturpada e mercadológica a qual o senhor está inserido talvez sem perceber.


Se este e-mail atingir seu âmago, por favor, encaminhe-o para os outros cargos chefes da empresa e propague minha crítica, afinal, um dos principais falsos preceitos de qualquer grande empresa é o bom atendimento.


Aguardo uma resposta.




Muito atenciosamente,

Danilo Castro

10 comentários:

Andrei Bessa disse...

é bom saber que você não se cala perante as pequenas injustiças ao nosso arredor....

estamos aqui, ao seu apoio!


abração!

Gilson disse...

Essas empresas são assim mesmo Danilo, para você entrar é rápido e sem burocracia, mas para você sair das garras dela é quase uma luta de foice.

Abs

MED MUCHSTTER disse...

I LOVE YOUR BLOG ! :)

Felipe Sales disse...

Danilo,

Receba o meu apoio na luta pelo respeito, como cliente e como cidadão. Sei da sua honestidade e como luta pela igualdade de todos, e, mais especificamente dos surdos - através de seus pais -, para que eles não sejam subestimados, enganados ou vítimas de preconceito, mas que tenham, por direito, o seu lugar ao sol como qualquer ser humano.

Abraço!

Felipe Sales

natalia disse...

Dan apoiado!!!!
e se vc precisar pagar 10 mil reais, a gente da um jeito de te ajudar viu??
bjus

Canteiro Pessoal disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Canteiro Pessoal disse...

Danilo. Perdoe-me à demora. Diante do que leio, é fato que rebelado sem causa não és, pelo contrário, está inteiramente respaldado por seu direitos, assim, como em dever é nítido seu cumprir na prestadora Oi. É dever diante da situação propagar a situação, para que outros estejam preparados, pois uma situção como está é um procriar intenso se 'o rebelado sem causa' ficar de boca fechada. Lamentável situações como essas em dias corriqueiros, em que o entrar promove facilidades e o sair implica numa total incoerência em falas do início da negociação. No final, colocam culpa no 'sistema', que sempre me pergunto: - Quem é o sistema? Também, 'ignorância' [inculturados] dos que estão prestando serviço, afinal surdo não fala a fala que ouvintes falam e, isso promova que precisam de reformas em seus empreendimentos e cursos que promovem aos seus, pois estamos rodeados pelas tais múltiplas inteligências; 'as diferencas'. Surdo aos meus olhos é este 'sistema' que solicitou a presença dos seus pais ao telefone e que consciência falta em sua caixa cranial, de que uma vez constado 'o fato de responder por eles' na negocição à entrada, a saída continua sendo o mesmo, estão em tal condicionamento, 'deficiência auditiva', portanto, é tempo de sistema desfragmentar seus critérios, regulamentos, numa nova perpestiva de que o diferente precisa sair de meras palavras e ir para prática.

Abraços e paz

Priscila Cáliga

moça disse...

quem fala assim não é gago.
ops, burro!
hehhehehe
brincando!
Você está inteiramente apoiado!
;)

O Espelho de Eva disse...

Gato, infelizmente nesta nossa terra, "em que se plantando tudo dá", a semente do erro germinou e brotou assim a árvore do descaso...
Estou também muito preocupado pois so0u louca por panetone e este ano eles estão com preços assustadores..., e as meias que pus na janela, para que o bom velhinho deixasse presentes, foi roubada!!! Pensei que se tratando de Itabuna, a cidade mais perigora para jovens entre 12 a 29 anos morarem, algum meliante mirim a tivesse afanado, mais pasmem, estou achando que foi alguém de Brasília!!!!!!
Beijos, e lute!!!!
Beijos na sua mãe!!!

Wolney Batista disse...

passeando pela internet à procura de casos de reclamações contra empresas telefônicas, para fazer uma matéria,me deparei com seu blog. Esse seu desabafo representa a vontade de muitas pessoas que ja tentaram cancelar linhas, cartões etc. Além do post, curti o blog, parabéns.