sábado, 16 de junho de 2012

Vira, Vira, Vira


Na noite de encontro entre os festivais Conexões Latinas e Zona de Transição, o Theatro José de Alencar realiza sua segunda Viradinha Cultural com diversas atrações locais, nacionais e internacionais, dentre elas, a cantora-passarinho Tiê

















Danilo Castro - ESPECIAL PARA O POVO

Foi com um som limpo, intimista, onde a voz doce se sobressai entre pouquíssimos instrumentos, que a cantora se destacou na música brasileira. Aos 32 anos e agora mãe, ela traz no seu trabalho uma nova roupagem, mas que não deixa o romantismo confessional e a simplicidade de lado. Essa é sua identidade. Hoje, o Theatro José de Alencar (TJA) estará de portas abertas para o som de Tiê ecoar na praça. A cantora-passarinho é uma das convidadas das mostras Conexões Latinas e Zona de Transição, que prometem 24 horas de programação de hoje para amanhã em comemoração aos 102 anos do TJA.

No início da carreira, ela trabalhou como modelo, foi dona de um brechó-restaurante em São Paulo, atuou em um comercial dirigido por Fernando Meirelles, mas a música sempre falou mais alto. Tiê foi estudar música em Nova York e cantava bares afora. Foi uma época “sofrida” como ela mesma disse certa vez, mas, quando chegou de volta ao berço, tornou-se vocalista de apoio da banda de Toquinho. Depois, subiu mais um degrau e se destacou solando. Seu primeiro álbum Sweet Jardim (2009), inteiramente autoral, foi considerado pela crítica paulista como um dos 50 discos que compõem a identidade da música brasileira dos anos 2000.

Com o segundo disco, ela voou ainda mais alto. Após o lançamento de A coruja e o coração, Tiê recebeu indicação de cantora revelação pelo Prêmio Multishow, que a levou para cantar em diversos estados brasileiros e em países como os Estados Unidos, Londres, Paris, Berlim e Barcelona. Apesar do jeito meigo, na apresentação de logo mais, Tiê não vai ser só mansidão. “Vou acompanhada de baixo, guitarra e bateria. O show terá alguns momentos mais calmos e outros bem pra cima”, garante Tiê, que cantará músicas dos dois álbuns.
















Mesmo com a pegada independente e alternativa, Tiê não recua à medida que a mídia promove seu trabalho, nem foge das influências que possui de estilos populares. Recentemente, ela regravou a música Você não vale nada, mas eu gosto de você, famosa na voz da banda Calcinha Preta. “Adoro forró, e essa é uma música que sempre gostei muito. Acho universal, irônica e bem inusitada. Quando fiz aquele arranjo flamenco, achei que encaixou muito bem”, revela.

Nesses voos de sucesso, Tiê se depara com algo novo. A música Piscar o Olho é tema da personagem Cida (Isabelle Drummond), na novela Cheias de Charme. Com isso, ela aproveita a proporção para ganhar novos públicos. “É a primeira vez que uma música minha entra na novela, é muito bacana. A sensação é de que pessoas que não ouviriam, passam a ouvir e descobrir”, comemora.

A cantora, que agora é mãe, tenta se articular para estar ao lado da cria, mas também estar em todas as partes, fazendo seus shows. “Hoje em dia é tudo mais corrido e, ao mesmo tempo, mais divertido. Isso com certeza foi impresso nas composições do segundo disco”, revela.

Ela possui site, blog, está presente em várias redes sociais e tem até uma lojinha virtual onde vende produtos como canecas, camisetas, moletons e capa para Iphones. Foi pela Internet que ela conquistou seus primeiros admiradores, no início da carreira. É pela Internet que ela também faz seu palco, sempre conectadíssima com o mundo online. “Esse contato mais direto com o público é muito bacana, respondo sempre que posso e gosto de saber opiniões ou de ver onde as pessoas querem show”, finaliza.

Viradinha com Fertinha

A noite vai ser de Fertinha, evento mensal que vem acontecendo desde o fim do ano passado em bares na Praia de Iracema, com revezamento de Djs. A ideia começou simples, com um grupo de amigos que queria se reunir e revitalizar a região próxima ao Estoril. O evento traz sempre um momento especial, quando os Djs rememoram as músicas populares da década de 1990. Na edição deste mês, a festa vai migrar ao Centro para se entranhar no teatro.

Mas, antes de cair na noite de festa, não vão faltar opções de espetáculos. Um dos destaques é o Trilogia sobre algunos assuntos de família, da Colômbia, que será apresentado com três histórias em três locais e horários diferentes. As apresentações acontecem em residências e são para um pequeno grupo de pessoas que se torna coparticipe da trama. A terceira apresentação Como quieres que te quiera acontece na Reitoria da Universidade Federal do Ceará (UFC). O espetáculo Ivanov, do Teatro Máquina, de Fortaleza, também se apresenta em uma residência. A Casa Juvenal Galeno será novamente palco do trabalho do grupo.

Além de Tiê, outra atração musical promete trazer um som diferenciado. O grupo Tanghetto, da Argentina, mistura tango com música eletrônica, jazz e outros elementos, dando origem ao “neotango”. As Travestidas, que foram alvo de polêmica em maio por causa do Translendário, apresentam as imagens clássicas das artes plásticas e fotografia no mundo, mas dessa vez é ao vivo. A noite está repleta de atrações de teatro, música e dança. Ao amanhecer, o TJA vai servir caldo para os festeiros mais resistentes. (Danilo Castro)


Programação

15h - Demonstração técnica do grupo Duas Companhias (PE). Sala de teatro. Grátis.

16h - Encontro sensível: teatro, máscaras e movimentos. Demonstração técnica do grupo Teatro de Caretas (CE). Sala de dança. Grátis.

16h - Trilogia Sobre algunos asuntos de família 1: El autor intelectual, de La Maldita Vanidad, Colômbia. R$ 10 (inteira). O local será divulgado logo mais.

18h - Ivanov, do Teatro Máquina (CE). Casa Juvenal Galeno. R$ 10 (inteira)

18h - Trilogia Sobre algunos asuntos de família 2: Los autores materiales, de La Maldita Vanidad. R$ 10 (inteira). O local será divulgado logo mais.

19h - Um pouco de tudo, praticamente nada, Itália. Abertura: Especial Circo Nerino - doc.clips sobre um dos mais longevos circos do Ocidente. Apresentação: Veronica Tamaoki (SP). Palco Principal do TJA. R$ 20 (inteira).

20h - Ensaio Aberto: A mão na face, do Grupo Bagaceira de Teatro (CE). Sala de teatro.

21h - Trilogia Sobre algunos asuntos de família 3: Como quieres que te quiera, de La Maldita Vanidad. Reitoria da UFC. Grátis.

21h - Anatomia das coisas encalhadas, Solo de Silvia Moura, do Centro de Experimentação em Movimento (CE). Grátis.

22h - Conexões Latinas - Mostra Latino Americana de Artes. show Tié (SP) e grupo Tanghetto (Argentina). Jardins do TJA.

0h - É carona, de Em2 Cia. de Dança (CE). Local: Pátio do TJA. Grátis.

Madrugada - Teatro-festa: Translendário ao Vivo, com Grupo As Travestidas (CE), Djs convidados e Fertinha. Grátis.

Outras info.: 3235 4063

Fonte: Jornal O POVO Caderno Vida & Arte (matéria principal, matéria coordenada) 16/06/2012

Um comentário:

Raphaelle Batista disse...

(adorei a matéria, tiê ficou ainda mais linda sob as tuas palavras.)