sábado, 8 de junho de 2013

Achados & Perdidos estreia obra cênica no Teatro Universitário (Jornal O Povo)

Projeto reúne quatro artistas debruçados sobre memórias e intimidades. A obra cênica reúne variadas linguagens artísticas e segue em cartaz durante todos os finais de semanas de junho

Andrei Bessa, Danilo Castro, Edivaldo Batista e Keka Abrantes são artistas, mas são também personagens complexos, cheios de histórias para contar. Os quatro se desnudaram em nome de uma obra cênica que reúne intimidades e memórias, formando o Projeto Achados & Perdidos. Para contar essas histórias baseadas em fatos reais, os atores recorrem a linguagens artísticas diversas, como performances, instalações, fotografia e audiovisual. A obra cênica estreia hoje no Teatro Universitário (Benfica).

O projeto surgiu em julho de 2012 e os quatro artistas passaram, então, a resgatar histórias vividas na infância e colher fatos com os familiares, surgindo, assim, dilemas dos mais simples aos aparentemente inconfessáveis. “Se podemos encenar ficções de Tchekhov, Shakespeare, Dias Gomes, porque não podemos nos desafiar encenando nossa própria vida?”, indaga o ator Danilo Castro.

Os quatro artistas são graduados no curso de Artes Cênicas do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) e o projeto foi contemplado no Edital das Artes 2011 da Secretaria de Cultura de Fortaleza (Secultfor). Do quarteto, Danilo, Edivaldo e Keka estarão em cena, enquanto Andrei funciona como propositor. “Não estamos em um processo hierárquico. Não temos um diretor. Somos quatro artistas e temos funções diferentes dentro dessa obra”, explica Danilo.

“O que o público irá ver é uma instalação, com diversos objetos e registros em outras linguagens artísticas , além de uma obra cênica completa”, conta Andrei Bessa. Os atores seguem um roteiro prévio, porém não há texto e marcações pré-determinados. “Nossa obra cênica se recria a cada apresentação, mesmo tendo sempre um fio condutor, ela é única a cada vez que é revisitada”.

Segundo Andrei, os artistas apresentam suas vivências visando aproximá-las do público. “Buscamos nossos abismos pessoais para fazermos com que aqueles que mergulhem conosco também assim o façam”. (Paulo Renato Abreu - Especial para O POVO)

Serviço

Achados & Perdidos
Quando: 8, 9, 15, 16, 29 e 30 de junho, a partir das 19h.
Onde: Teatro Universitário (avenida da Universidade, 2210 - Benfica).
Ingresso: envie e-mail para contato@pavilhaodamagnolia.com.br com seu nome completo, informando a data que você comparecerá.
Outras info: 9918 3535.

Nenhum comentário: