segunda-feira, 27 de julho de 2015

Teatro cearense é foco de livro lançado através de financiamento coletivo (Tribuna do Ceará)

Danilo Castro é ator e jornalista e abordou em seu primeiro livro as realidades do teatro de grupo no Ceará

Foto: Sara Maia/O Povo

Por Ana Beatriz Furtado

Do encontro entre o teatro e o jornalismo nasceu o primeiro livro do ator e jornalista cearense Danilo Castro. Lançado em junho deste ano, através de financiamento coletivo, “Do teatro que temos ao teatro que queremos” aborda o teatro de grupo no Ceará, dos anos 80 até os dias de hoje.

Formado nas duas áreas, a produção do livro-reportagem veio como uma necessidade que surgiu a partir da inserção do autor no meio artístico de Fortaleza. “É uma iniciativa de valorização e memória do teatro de resistência”, explica.

Após realizar o curso de extensão Conexões Contemporâneas, oferecido pela Vila das Artes em 2011, o jornalista que já queria escrever sobre teatro fez seu recorte: o teatro de grupo.

A primeira parte do livro, “Do teatro que temos”, faz o perfil de três grupos cearenses que são grandes referências no teatro brasileiro: Teatro Máquina, Expressões Humanas e Bagaceira de Teatro.

Já para mostrar “O teatro que queremos”, segunda parte do livro, o jornalista convidou três nomes com olhares críticos e destemidos acerca da realidade atual do teatro no Brasil, Sérgio de Carvalho, diretor da Cia. do Latão (SP), Vanéssia Gomes, do Teatro de Caretas (CE), e Fernando Yamamoto, do Clowns de Shakespeare (RN).

A diagramação, de Miqueias Moura Mesquita, foi feita de forma que o leitor possa escolher por onde começar e as duas partes são coladas invertidas.

“Investir em cultura é investir na identidade cultural de um povo. A gente se reconhece, a gente pensa, a gente se expressa, questiona e transforma a realidade. Os grupos de teatro são nichos de pensamento sobre o tempo em que a gente vive”, comenta.

O autor optou por um diálogo direto com o leitor, o “público”, sem intermédio de editoras. Para o livro que foi escrito em 2013, foi então lançada, em fevereiro deste ano, uma campanha de financiamento na plataforma Catarse. O público acreditou nos potenciais da obra e a meta inicial, que era 5 mil reais, logo foi atingida e ultrapassada, chegando aos 7 mil 52 dias após o lançamento da campanha.

“É tão independente quando o teatro que fazemos”, explica o autor a respeito da produção. As vendas são realizadas também de forma independente e direta, e o livro pode ser adquirido através do contato com a página do Facebook ou por e-mail (danilocastro00@gmail.com). “Do teatro que temos ao teatro que queremos” custa R$ 35,00 e é enviado para todo o Brasil.

Encantado com a experiência, Danilo conta que ano que vem pretende mergulhar no universo circense e embarcar em estrada com famílias de circo tradicional do Ceará.


Nenhum comentário: