terça-feira, 13 de outubro de 2015

Conselho Municipal de Cultura de Fortaleza repudia verba para Edital das Artes 2015

O Conselho Municipal de Política Cultural de Fortaleza vem a público manifestar seu veemente repúdio pelo valor proposto pela Prefeitura de Fortaleza para realização do Edital das Artes de 2015. 
Registro do último 27 de março, Dia Mundial do Teatro, quando o movimento de teatro em Fortaleza fez ato público reivindicando políticas culturais, dentre elas, a reforma do Teatro São José (que aparece ao fundo em estado de abandono) e a construção da Escola Pública de Teatro - nada saiu do papel.

Por ocasião da presença do prefeito Roberto Cláudio na reunião deste Conselho, em 06/07/2015, o Fórum de Linguagens, articulação da sociedade civil das linguagens artísticas com assento neste Conselho, demandou recursos para o Edital das Artes tomando como referência a última edição do edital, realizada em 2011, que totalizava cerca R$ 3 milhões, acrescendo a atualização devida, por causa inflação, e a necessária contemplação das novas linguagens que foram incluídas.

Após quatro anos sem o referido edital - importante dispositivo de incentivo ao fomento na cidade - o valor proposto recentemente foi reduzido a R$ 1 milhão. Ou seja: além de desconsiderar a inflação, nos anos de inatividade, e não prever a inclusão das novas linguagens, o valor proposto para 2015 ainda restringe-se a um terço do último valor disponibilizado.

Consideramos no mínimo desrespeitosa a resposta oferecida pelo prefeito Roberto Claudio aos artistas,  coletivos e produtores/as de cultura de nossa cidade, após apresentar-se a este Conselho e pactuar publicamente o compromisso de retomar e valorizar  a realização do Edital das Artes.

O pleno do Conselho Municipal de Política Cultural considera a proposta um gesto de desprestígio da gestão para com os processos de construção que se desenharam nos últimos anos, reforçando que a pasta da Cultura tem sofrido recorrentemente com o baixo financiamento para suas diversas áreas. Com isso, devolvemos a demanda ao prefeito Roberto Cláudio, para apreciação respeitosa, no prazo máximo de 10 (dez) dias, a partir desta data, enfatizando a necessidade de que a gestão pública invista concretamente no fortalecimento de uma política de cultura para Fortaleza.

Fortaleza, 13 de outubro de 2015.

Aproveitei pra mandar meu recado à turma que tá promovendo a Ocupação da Secretaria de Cultura de Fortaleza (Secultfor)

Nenhum comentário: