segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Ocupação Secultfor: vamos fazer uma retrospectiva?

O que Ivete Sangalo, Plácido Domingo, Wesley Safadão, Parque do Cocó, Praça Portugal, Luan Santana, Ocupação Secultfor, Magela Lima, Roberto Cláudio e Cid Gomes têm em comum?

Ocupação Secultfor - outubro de 2015
Por Danilo Castro

Pra quem não sabe, mais de 50 artistas estão ocupando a Secretaria de Cultura de Fortaleza (Secultfor) desde 14 de outubro por conta do descaso com a pasta da Cultura na capital cearense nos últimos anos. Mais de 1.100 já visitaram a ocupação. Estamos há 4 anos sem edital das artes e não aceitamos 1 milhão como resposta – O Conselho Municipal de Política Cultural de Fortaleza repudiou, mas suas orientações não estão sendo seguidas pela atual gestão do prefeito Roberto Cláudio (atualmente PDT). 

1 milhão é um valor baixíssimo para dar conta de projetos de 13 linguagens. Em 2015, Fortaleza teve a maior arrecadação da década, mas o prefeito alega que por conta da crise não será possível aumentar o valor. Lembrando que em 2011 (gestão de Luizianne Lins), o Edital das Artes foi de 2,92 milhões.

Teatro São José abandonado, desapropriado pela prefeitura em 2010.
Além disso, reivindicamos 1% da arrecadação do município para a Cultura e reforma dos equipamentos em abandono como o Teatro São José e a Biblioteca Dolor Barreira. Produção, formação, circulação de arte são fundamentais para o desenvolvimento da identidade de um povo. Porém, em Fortaleza, o direito à Cultura (para quem faz e quem aprecia) é descaradamente negligenciado.

Por isso, estamos ocupando a sede da secretaria e só sairemos quando formos atendidos. Se a prefeitura não exerce a democracia, o povo prova que fará jus à sua força, mesmo que de forma incômoda. Roberto Cláudio agora está alegando que somos de partidos de oposição

Uma estratégia de baixo calão para descreditar a gravidade do problema. Roberto, vai ser sempre assim? Quando discordarmos da sua gestão você vai dizer que somos militantes de oposição partidária? Isso é democracia? A mesma coisa que vocês fizeram quando ocupamos o Cocó e Cid Gomes foi "dialogar", mas terminou metendo bala na turma toda. Veja nossa nota de repúdio à sua declaração.

Ouvimos recentemente o secretário Magela Lima dizer: "Meu compromisso é ser a boca da Cultura do prefeito Roberto Cláudio, para o bem e para o mal. É essa a missão que eu assumi", num discurso apático e derrotista (está gravado, heim!). Depois a Secultfor publicou uma nota dizendo que só retomará as atividades após a “retirada dos artistas”. A nota foi editada, mas dá pra ver o histórico

Polícia destrói violentamente a ocupação em defesa do Parque do Cocó - 2013
Pra quem não lembra, em 2013, Roberto Cláudio e o ex-governador Cid Gomes (ambos atualmente do PDT) “retiraram” violentamente 50 ativistas que ocuparam o parque do Cocó por 2 meses e meio em defesa de 96 árvores. Sangue, balas de borracha, bombas, spray de pimenta, barracas rasgadas, hematomas, câmeras,  computadores e carros foram destruídos. Tudo isso em detrimento de viadutos que não resolveram o problema do trânsito local.

Praça Portugal, ameaçada de ser derrubada para a construção de um cruzamento
Magela Lima, ex-editor de Cultura de um dos maiores jornais do Nordeste (O Povo), era um dos principais críticos às gestões públicas culturais no Ceará. Porém, quando ele assumiu o cargo de secretário, em 2013, Roberto Cláudio tira o lugar de fala de um crítico em potencial, calando-o numa função onde ele se exime de responsabilidade sobre a Cultura, frisando claramente que está ali para obedecer.


Tenor Plácido Domingo
Não podemos esquecer de quando Magela escreveu o artigo, em agosto de 2012: "Plácido Domingo para uns, Wesley Safadão Safadão outros", ainda como editor do O Povo, em que criticava a contratação de Plácido Domingo numa festa que custou 3 milhões para inauguração do Centro de Eventos do Ceará. A festa foi fechada a convidados vip de Cid Gomes. E a contratação de Wesley Safadão ocorreu em seguida, numa festa aberta para o povo.

Cantor Weslwy Safadão
Não podemos esquecer também do dia 4 de julho de 2014, quando Magela Lima, já como secretário, votou contra o recurso do processo de tombamento da Praça Portugal, mesmo com o conselho de cultura e boa parte da população cearense sendo a favor da preservação. Por que? Roberto Cláudio quer fazer mais uma de suas obras de "reuqualificação urbana". Que empreiteira vai ganhar a licitação? Será que vai ser uma das que financiaram a sua campanha?

Cid Gomes, Ivete Sangalo e Maria Célia Habib, esposa de Cid 
Por último, o prefeito anuncia a contratação de Luan Santana e uma atração internacional para o reveillon de Fortaleza. Numa corja onde Cid Gomes paga 650 mil para Ivete Sangalo inaugurar hospital em Sobral, CE, (fevereiro de 2013), quanto Roberto está pagando para Luan? E pra nós? Que não trabalhamos pautados no lucro, que queremos descentralizar nossos projetos na cidade, resta só 1 milhão para centenas de artistas e projetos.

Cantor Luan Santana
Cultura não é evento. Não vamos arregar. No Ceará é assim: resistência é palavra de ordem. Nossa força e coragem também brotam no meio da aridez! Apoie esta causa. 

Curta a fã page Ocupação Secultfor e fique por dentro.

Para ver a primeira reunião com o secretário Magela Lima, assista a cobertura do coletivo de midialivrismo Nigéria, na íntegra, CLIQUE AQUI.



6 comentários:

Janaína Bento disse...

Ótimo texto.

César Teixeira disse...

A ocupação na SECULTFOR continua e esse texto nos dá a exata dimensão de como a cultura e os artistas locais vem sendo tratados. É um fato! Não existe nenhum partido político por trás da nossa indignação e reivindicação. Não existe nada e nem ninguém por trás da ocupação na SECULTFOR, além da luta dos artistas por melhorias para a Artes em Fortaleza. O resto é balela, politicagem e falta de compromisso... Parabéns Danilo Castro pelo texto!

Jean dos Anjos disse...

Danilo Castro agora arrebentou com a Prefeitura de Fortaleza e seus bajuladores e bajuladoras. Salve o Danilo. Todo apoio a Ocupação Secultfor!

Fernanda Meireles disse...

Aqui no blog do Danilo Castro dá pra se inteirar da situação e do quão mais absurdo fica quando comparamos números. Mais ainda quando percebemos a lógica do pensar dessa galera paia que tá eleita. Porém, temos força, alegria, somos resistentes e insistentes, estamos em aula de campo, estamos sacando vocês - e nos multiplicamos todo dia. Chegue você tambem na ocupação!

Elisa Parente disse...

Excelente análise de Danilo Castro sobre o desastre que é a atual gestão da Prefeitura de Fortaleza e sua representação na Cultura. Vamos fazer uma retrospectiva? ‪#‎OcupaçãoSecultfor‬

Thiago Arrais disse...

Ótima e cristalina retrospectiva feita pelo ator e jornalista Danilo Castro para quem deseja saber mais da gênese e do que está em jogo nessa histórica ocupação dos artistas da Secretaria de Cultura de Fortaleza.